Fundos têm captação líquida positiva de R$ 46,6 bilhões

Os fundos de investimento tiveram captação líquida positiva de R$ 46,6 bilhões de 1º até 11 de setembro, segundo dados da ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais). O resultado é a diferença entre os R$ 293,6 bilhões aplicados e R$ 247 bilhões sacados pelos investidores no período. Do total de recursos movimentados no mês, quase a totalidade (86%) correspondeu aos fundos de renda fixa.

Fundos de renda fixa têm melhor captação líquida do ano

Em agosto, os fundos de renda fixa registraram a melhor captação líquida mensal positiva de 2020, totalizando R$ 44,5 bilhões. De acordo com dados da ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais), o montante é maior que todos os meses do ano, inclusive janeiro e fevereiro, antes do início da pandemia de Covid-19.

Fundos de investimento têm captação líquida de R$ 63,7 bilhões em julho

Segundo a ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais), os fundos de investimento registraram captação líquida de R$ 63,7 bilhões entre os dias 1º e 31 de julho. Esse foi o melhor mês de 2020 - o resultado corresponde à diferença entre os R$ 761,9 bilhões aplicados e os R$ 698,2 bilhões resgatados pelos investidores.

Cotas do FII QUATA começam a ser negociadas na B3

Um novo fundo de investimento, Quatá Monetai Fundo de Fundos - Fundo de Investimento Imobiliário direcionado a investidores em geral, começou a ter suas cotas negociadas no mercado de bolsa nesta sexta-feira (17). Com nome de pregão FII QUATA e código de negociação QMFF11, o lote-padrão é de uma cota e a cotação será em R$ por unidade.

Cotas do FII MERITOFA começam a ser negociadas na B3

Um novo fundo de investimento, o Mérito Fundo e Ações Imobiliárias FII – Fundo de Investimento Imobiliário, direcionado a investidores em geral, passa a ter suas cotas negociadas no mercado de bolsa nesta quarta-feira (08/07). Com nome de pregão FII MERITOFA e código de negociação MFAI11, o lote-padrão é de uma cota e a cotação será em R$ por unidade.

B3 passa a aceitar a listagem de FI-Infra

Os Fundos de Investimentos em Infraestrutura (FI-Infra) agora podem ser listados na B3, ficando disponíveis para negociação. A listagem possibilita a compra e venda de cotas desses fundos em ambiente de Bolsa, assim como os Fundos Imobiliários (FII) e ETFs (Fundos de Índice).

Indústria de fundos tem resgate líquido de R$ 14,9 bilhões

A ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais) anunciou que, em maio, os fundos de investimento registraram saída líquida de R$ 14,9 bilhões. O número é a diferença entre os R$ 553,7 bilhões de aplicações e os R$ 568,6 bilhões de saques feitos no período.

 

 

Assinar este feed RSS