Bolsas apresentam sinais opostos nesta segunda-feira

  •  
Bolsas apresentam sinais opostos nesta segunda-feira (Foto: Divulgação) Bolsas apresentam sinais opostos nesta segunda-feira

Nesta segunda-feira, 04, as principais bolsas de valores globais apresentam movimentos opostos, influenciadas por certa correção depois dos fechamentos da semana passada, além de um socorro do governo português ao Banco Espírito Santo. Aqui no Brasil, o Ibovespa recua 0,20%.

Na Ásia, a maioria das bolsas encerrou em alta o primeiro pregão desta semana, ainda que a bolsa de Tóquio tenha exibido perdas. Na Europa, as bolsas caminham para um fechamento de lado, reagindo às menores preocupações com a crise financeira em Portugal.

Em Londres, o índice FTSE 100 sobe 0,07%, a 6.683 pontos. Em Frankfurt, o DAX 30 tem queda de 0,61%, a 9.154 pontos, enquanto o CAC 40 em Paris avança 0,34%, a 4.217 pontos.

Hoje, a Comissão Europeia aprovou o plano de resgate do banco Espírito Santo (BES) elaborado pelo governo de Portugal. Para a Comissão, o plano está dentro das regras europeias e "contribuirá para restabelecer a confiança na estabilidade do sistema financeiro de Portugal". O governo de Portugal decidiu dividir o banco em duas entidades para separar os ativos tóxicos, que serão transferidos a uma estrutura de eliminação (bad bank), e os produtos sem risco, que serão integrados a uma nova entidade chamada Novo Banco.

Em Wall Street, o cenário não é diferente e bolsas operam sem definir uma tendência. Com isso, o índice Dow Jones perde 0,07% aos 16.481 pontos; o S&P 500 avança 0,04% a 1.925 pontos; e a bolsa eletrônica Nasdaq apresenta ganhos de 0,26% aos 4.363 pontos.

Aqui no Brasil, o Ibovespa apresenta perdas em linha com o exterior. Há pouco, o índice, desvalorizava 0,20%, aos 55.789 pontos. O giro financeiro da bolsa marcava R$ 1.808 bilhão.

E abrindo a agenda de indicadores internos, o Banco Central divulgou o Boletim Focus, onde a previsão de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) nacional para 2014 passou de 0,90% para 0,86%. Já para 2015, o prognóstico do PIB permaneceu em 1,50%.

Do lado corporativo, a BRF anunciou que assinou uma oferta vinculante com a Alyasra, sua atual distribuidora no Estado do Kuwait, para a aquisição de 75% do seu negócio de distribuição de alimentos congelados no varejo (o 'Negócio'). Uma vez atendidas e cumpridas as condições estabelecidas na Oferta, a BRF irá adquirir 75% do Negócio com base em um enterprise value total de US$ 160 milhões.

Na renda fixa, os juros futuros operam em alta. Instantes atrás o contrato de DI, com vencimento em janeiro de 2015, o mais negociado, apresentava taxa anual de 10,82%.

Para finalizar, o dólar opera com perdas de 0,04%. Há pouco, a moeda era vendida a R$ 2,261.

(MR – Agência IN)