MUFG mantém projeção do PIB para 2020 em +2,2%

  •  
MUFG mantém projeção do PIB para 2020 em +2,2% Foto: Divulgação

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou nesta quarta-feira, 4, o PIB (Produto Interno Bruto) do Brasil em 2019, registrando crescimento de 1,1% frente a 2018. Em 2018 e 2017 o PIB apontou altas de 1,3%, enquanto em 2016 o indicador apresentou retração de 3,3%, e em 2015 queda 3,5%.

No ano passo, os setores de Agropecuária (1,3%), Indústria (0,5%) e Serviços (1,3%) registraram alta. O PIB totalizou R$ 7,3 trilhões em 2019.

Ainda de acordo com o IBGE, o Produto Interno per capita variou 0,3% em termos reais, alcançando R$ 34.533 em 2019. A taxa de investimento em 2019 foi de 15,4% do PIB, acima do observado em 2018 (15,2%). Já a taxa de poupança foi de 12,2% (ante 12,4% em 2018).

O MUFG (Mitsubishi UFJ Financial Group, Inc), holding do Banco MUFG Brasil observa os dados indicando que o crescimento no 4º trimestre foi melhor do que a nossa projeção de +0,3% e, nesse sentido, o carrego estatístico para este ano aumentou de +0,65% para +0,82%. "No entanto, mantemos nossa projeção para o crescimento do PIB em 2020 em +2,2%, uma vez que revisamos ligeiramente para baixo o PIB projetado para o 1º semestre deste ano em meio ao impacto do Coronavírus na demanda global e na cadeia de suprimentos, afetando negativamente o país".

Já o PIB no 2º semestre deste ano poderá acelerar em um cenário em que o Coronavírus já estará controlado, prevê o MUFG. Além disso, entendendo que algumas das reformas econômicas propostas pelo governo sejam aprovadas (como a PEC Emergencial), as expectativas para os próximos meses tendem a ser boas.

"A demanda doméstica continuará dando suporte ao crescimento do PIB, uma vez que o setor externo tende a contribuir negativamente, no sentido que as importações crescerão a um ritmo maior em termos reais do que as exportações. Esta última é impactada pela desaceleração econômica global".

(Redação - Investimentos e Notícias)