Venda de veículos registra queda de 19,52% em janeiro

  •  
Venda de veículos registra queda de 19,52% em janeiro Foto: Divulgação

A Fenabrave - Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores anunciou hoje, 4, o desempenho do setor automotivo em janeiro. Segundo a entidade, os emplacamentos de veículos novos, considerando todos os segmentos (automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motocicletas, implementos rodoviários e outros) somaram 298.417 unidades, uma forte retração de 19,52% na comparação com dezembro de 2018, quando foram emplacadas 370.776 unidades.

Em relação a janeiro de 2019, o resultado representa queda de 1,61%, já que o setor emplaclou 303.295 veículos naquele período.

O fraco desempenho de janeiro foi resultado do maior volume de emplacamentos realizados em dezembro, aliado às consequências da implantação das placas Mercosul, em São Paulo, apontou o presidente da entidade, Alarico Assumpção Júnior.

Os segmentos de automóveis e comerciais leves, somados, apresentaram queda de 26,9% em janeiro, se comparado com dezembro, totalizando 184.125 unidades, contra 251.795 em dezembro do ano passado. Já na comparação com janeiro de 2019, quando foram comercializadas 190.640 unidades, houve retração de 3,4%.

Outros Segmentos

As vendas de caminhões também tiveram impacto com a implantação das placas Mercosul e os reflexos do período de férias coletivas. Ou seja, em janeiro, foram emplacados 7.186 Caminhões, contra 8.328 em dezembro, uma queda de 13,7%.

Na comparação com janeiro de 2019, quando foram emplacados 6.932 caminhões, o resultado aponta crescimento de 3,6%. 

Seguindo o mercado de veículos pesados, o segmento de Implementos Rodoviários apresentou, em janeiro, retração de 7,1% sobre dezembro, mas, ante janeiro de 2019, houve alta de 5,5%, no volume de emplacamentos.

O mercado de ônibus, por sua vez, também apontou retração. Em janeiro, foram emplacadas 2.153 unidades, o que significou 2,3% de retração, com relação a janeiro de 2019, e queda de 11,5% diante do resultado de dezembro de 2019.

As vendas de motocicletas somaram, em janeiro, 91.689 unidades, uma retração de 2,5% sobre dezembro de 2019, que alcançou 94.108 unidades. Na comparação com as 90.713 unidades emplacadas em janeiro do ano passado, o resultado do primeiro mês de 2020 representa alta de 1,1%. 'Além dos fatores que influenciaram o setor como um todo, a produção de modelos de até 300 cc, de todas as marcas, não foi suficiente para a demanda do mercado nesse mês,' afirmou Carlos Porto, vice-presidente do Segmento de Motocicletas da FENABRAVE.

Tratores e Máquinas Agrícolas

Já as máquinas agrícolas e tratores não são emplacados, a FENABRAVE apresentou os dados de fechamento das vendas em 2019, que apontaram queda de 12,4% na comparação com 2018. Foram vendidas 43.269 unidades, em 2019, contra 49.375 unidades no ano anterior.

No início de janeiro, a FENABRAVE divulgou suas projeções para 2020, que contemplam aumento global de 9,7%, para todos os segmentos, o que representa 4.308.656 unidades.


(Redação - Investimentos e Notícias)