Lucro líquido da WEG atingiu os R$ 418,2 milhões

  •  
Lucro líquido da WEG atingiu os R$ 418,2 milhões (Foto: Pexels) Lucro líquido da WEG atingiu os R$ 418,2 milhões

O lucro líquido da WEG atingiu os R$ 418,2 milhões no terceiro trimestre de 2019, com crescimento de 9,7% em relação ao 3T18 e de 7,5% em relação ao 2T19. A margem líquida atingiu 12,5%, 0,7 ponto percentual superior ao 3T18 e ao 2T19.

A Receita Operacional Líquida (ROL) atingiu R$ 3.349,6 milhões no 3T19, com crescimento de 3,5% sobre o 3T18 e crescimento de 1,9% sobre o 2T19. Neste trimestre, a receita do mercado externo foi pouco impactada pela variação do dólar norte-americano médio, que passou de R$ 3,96 no 3T18 para R$ 3,97 no 3T19, com valorização de 0,3% sobre o Real.

No 3T19 o EBITDA atingiu R$ 579,1 milhões, com crescimento de 18,4% sobre o 3T18 e de 7,8% sobre o 2T19. A margem EBITDA foi de 17,3%, 2,2 pontos percentuais maior do que no 3T18 e 1,0 ponto percentual maior do que no trimestre anterior. A evolução da margem EBITDA é reflexo da racionalização de custos, redução de despesas, ganhos de escala, além do mix mais favorável dos produtos vendidos.

O resultado financeiro líquido no 3T19 foi negativo em R$ 15,5 milhões (positivo em R$ 8,5 milhões no 3T18 e negativo em R$ 4,5 milhões no 2T19). Este resultado é explicado principalmente pela menor receita de aplicações financeiras e pela atualização monetária das provisões no período.

O Custo dos Produtos Vendidos (CPV) no 3T19 somou R$ 2.344,4 milhões, 2,5% maior do que no 3T18 e 0,1% maior do que no 2T19. A margem bruta foi de 30,0%, 0,7 ponto percentual maior do que no 3T18 e 1,2 ponto percentual maior do que no trimestre anterior.

As despesas de Vendas, Gerais e Administrativas (VG&A) consolidadas totalizaram R$ 444,5 milhões no 3T19, uma redução de 4,9% sobre o 3T18 e um aumento de 2,7% sobre o 2T19. Quando analisadas em relação a receita operacional líquida elas representaram 13,3%, 1,1 ponto percentual menor em relação ao 3T18 e 0,1 ponto percentual maior em relação ao 2T19.

Para finalizar, no 3T19 a Companhia investiu R$ 134,2 milhões em modernização e expansão de capacidade produtiva, máquinas e equipamentos e licenças de uso de softwares, sendo 37% destinados às unidades produtivas no Brasil e 63% destinados aos parques industriais e demais instalações no exterior.

(Redação – Investimentos e Notícias)