Lucro líquido do Banco BV cresce 29% e atinge R$ 1,4 bilhão no 4T19

  •  
Lucro líquido do Banco BV cresce 29% e atinge R$ 1,4 bilhão no 4T19 Foto: Divulgação Lucro líquido do Banco BV cresce 29% e atinge R$ 1,4 bilhão no 4T19

Em 2019, o banco BV, nova marca do Banco Votorantim, quinto maior banco privado brasileiro em ativos, somou R? 1,4 bilhão de lucro líquido. O resultado representa um crescimento de 29% em relação a 2018 e veio acompanhado de um aumento de ROE (Retorno sobre Patrimônio Líquido), que encerrou o ano em 14%, ante 11,5% alcançado no ano anterior. Considerando o trimestre (4T19), o lucro da instituição totalizou R? 327 milhões, 16,1% maior que o 4T18.

"Temos evoluído ao longo dos últimos anos na busca por eficiência e rentabilidade em nossos negócios. O forte resultado alcançado em 2019, aliado ao ganho crescente de maturidade digital da companhia, evidencia a consistência de nossa estratégia", afirma Gabriel Ferreira, CEO do banco BV.

Já o avanço na agenda de diversificação - evidenciada pelo segmento de cartões, que cresceu 21,5% no ano -, e a manutenção da liderança nacional em financiamento de veículos foram responsáveis pelo crescimento de dois dígitos (14,4%) da carteira do Varejo em 2019. A inadimplência acima de 90 dias dessa carteira encerrou o mês de dezembro em 4,9%, levemente superior se comparado ao terceiro trimestre de 2019 e a igual período de 2018.

O desempenho do ano reflete o avanço nas iniciativas estratégicas, que geraram crescimento de 12% na margem bruta com clientes e de 8% nas receitas de serviços. "A transformação digital da companhia continua contribuindo no Índice de Eficiência, que encerra o ano em 32,3%", diz Rodrigo Tremante, diretor executivo de Finanças e Relações com Investidores do banco BV.

Transformação digital

Em 2019, também foram criados a diretoria de Clientes e Inteligência de Dados, liderada por Adriana Gomes, e o BVx, unidade de negócios de inovação do banco BV. Guilherme Horn está à frente desta unidade como diretor de Estratégia e Inovação.

Em relação às parcerias com startups e fintechs, o quarto trimestre do ano registrou operações importantes como a aquisição do Just, primeira plataforma de empréstimos 100% online do Brasil. Em novembro, o banco BV participou da rodada Series B de R? 400 milhões na Neon Pagamentos, realizada em conjunto com o fundo de private equity General Atlantic. No período, ainda houve a ampliação por mais 10 anos da parceria com o PRAVALER na oferta de crédito estudantil.

Por fim, destacamos que a partir de 2019, o banco BV passou a compensar integralmente, por meio da aquisição de créditos de carbono, as emissões diretas e indiretas do consumo de energia, deslocamento de funcionários, viagens de negócio e resíduos gerados na operação, mediante a adesão ao Programa Amigo do Clima.

No ano, o banco BV conquistou o 5º lugar no ranking do Glassdoor, o qual reconheceu os 50 Melhores Lugares para Trabalhar em 2020. Além de estar entre as empresas vencedoras, foi a instituição financeira melhor posicionada na lista e a única brasileira entre as top 5.

Em dezembro, o banco BV anunciou sua nova marca. A abreviação do nome assume o apelido já utilizado por muitos clientes e parceiros e unificou suas logomarcas em uma arquitetura única, com a nova assinatura: "leve para a sua vida". O posicionamento reforça a solidez da marca e fortalece o movimento de transformação da companhia tanto no Varejo, onde é líder em financiamento de veículos, quanto no atacado, onde atua em Corporate e Private Banking.

(Redação - Investimentos e Notícias)