Raia Drogasil aponta R$ 174,7 milhões em lucro líquido

  •  
Raia Drogasil aponta R$ 174,7 milhões em lucro líquido Foto: Divulgação

A Raia Drogasil (RADL3) anunciou que teve lucro líquido de 174,7 milhões de reais no terceiro trimestre de 2020. O volume representa um crescimento de 19,5% em relação ao mesmo período de 2019. Em termos ajustados, o lucro cresceu 13,4%, para 172,9 milhões de reais no período.

A receita bruta consolidada da empresa atingiu 5,4 bilhões de reais, um incremento de 12,8% ante o terceiro trimestre do ano passado, com o segmento OTC (produtos de saúde que não exigem prescrição médica) sendo o destaque, com crescimento de 17,3%. A margem bruta passou de 27,7% para 27,8%.

Ainda de acordo com a companhia, os canais digitais representaram 7,1% das vendas do varejo, em linha com o segundo trimestre, 'apesar da progressiva normalização do tráfego de clientes em nossas lojas', afirmou.

O resultado medido pelo Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado aumentou em 10,5%, para 397,2 milhões de reais, com margem de 7,4%, ligeira queda em relação aos 7,5% um ano antes.

A companhia chamou a atenção para um ganho inflacionário sobre os estoques no trimestre, em função do adiamento do aumento de preços de março para maio.

O ciclo de caixa no terceiro trimestre foi 8,9 dias maior quando comparado ao mesmo período do ano anterior. Os estoques aumentaram em 2,8 dias, enquanto recebíveis aumentaram 1,8 dia.

Já o fluxo de caixa livre foi positivo em 351,8 milhões de reais, ficando com uma geração total de caixa de 331,3 milhões de reais no terceiro trimestre.

A rede de drogarias encerrou o trimestre com uma dívida líquida ajustada de 1,18 bilhão de reais, versus 876,9 milhões de reais no mesmo período de 2019. Enquanto que a dívida líquida ajustada sobre o Ebitda ficou em 0,9 vez, 0,2 vez maior quando comparada ao mesmo período do ano passado, mas 0,3 vez menor na base trimestral.