Captação líquida da poupança fica negativa no dia 3 de fevereiro de 2020

  •  
Captação líquida da poupança fica negativa no dia 3 de fevereiro de 2020 Foto: Divulgação Captação líquida da poupança fica negativa no dia 3 de fevereiro de 2020

De acordo com os dados do Banco Central (BC), no dia 3 de fevereiro de 2020 as retiradas na poupança superaram os depósitos. As retiradas somaram R$ 15,881 bilhões e os depósitos R$ 15,522 bilhões. A captação líquida ficou negativa em R$ 359 milhões.

Em janeiro, as retiradas da caderneta de poupança, de R$ 229,344 bilhões, superaram os depósitos de R$ 216,987 bilhões. Com isso, a captação líquida ficou negativa em R$ 12,356 bilhões em janeiro. Foi o maior volume de saques em um mês em toda a série histórica do Banco Central. No primeiro mês de 2020, os rendimentos creditados somaram R$ 2,506 bilhões e o saldo da caderneta de poupança no mês ficou em R$ 835,615 bilhões.

(Redação - Investimentos e Notícias)